quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Namastê, Emmy!!!

Mais que um simples motivo de orgulho para o nosso país, a premiação de um trabalho nacional com um Emmy Awards internacional é uma das maiores formas de reconhecimento do nosso valor perante o cenário artístico mundial. E acabamos de viver esta realidade: "Caminho das Índias", exótica atração criada pela autora Glória Perez para o horário nobre da Rede Globo, recebeu o prêmio máximo que uma produção de tal porte pode receber, o Emmy Awards 2009, equivalente a Oscar da televisão mundial. Muitas outras novelas, minisséries e seriados já tentaram alcançar esta proeza, mas somente agora, no final da década de 2000, o sonho pôde se tornar realidade. Alguns desses candidatos ao título Emmy foram: Hoje É Dia de Maria, em 2005; Sinhá Moça, em 2006; Antônia, em 2007; Paraíso Tropical, em 2008; e Maysa - Quando Fala o Coração, já em 2009. Bem que todos esses grandes sucessos tentaram, mas não tiveram êxito nos seus propósitos, apesar de serem potenciais finalistas da seleção.
Os Prêmios Emmy são condecorações da Academia Internacional de Artes e Ciências Televisivas utilizadas para agraciar os produtos de mais alta qualidade na programação da televisão mundial. São objetivos bastante almejados por emissoras televisivas do planeta inteiro, pois o Emmy garante renome e conceito para as obras televisionadas.
E o primeiro Emmy de nossas famosas e exportadas telenovelas veio num tom meio indiano. Nesta segunda-feira (23 de novembro), durante um jantar de gala no Hilton Hotel (É... Esse mesmo! O da Paris Hilton!), em Nova York, o folhetim "Caminho das Índias", que tratou das disparidades entre as culturas brasileira e indiana, venceu o Emmy na categoria melhor telenovela, derrotando os outros três concorrentes de peso: uma novela francesa e duas filipinas. Agora, a trama indiana, que mescla a vida real com um conto de fadas cheio de cores e sabores, já pode ostentar a todos o título de melhor novela do mundo. Grande feito para a novelista Glória Perez, que já se consagrou em novelas polêmicas como "Barriga de Aluguel", "Explode Coração" e "O Clone", e também para o genial diretor Marcos Schechtman, que conquistou um lugar ao sol após a afastamento de Jayme Monjardim do núcleo da novela "América", em 2005. Além da cultura indiana, da esquizofrenia e da psicopatia mostradas em "Caminho", Glória também incrementou seus outros trabalhos na TV com temas peculiares, como inseminação artificial, imigração ilegal nos EUA, clonagem humana, islamismo, homossexualismo, mundo das drogas, dentre outros. Todo esse padrão na escritura de textos apenas enobrece ainda mais a imagem de Glória diante da teledramaturgia brasileira, além de emocionar o público com sua valente história de vida como mulher e mãe.
Exibida, no Brasil, de 19 de janeiro a 14 de setembro deste ano, "Caminho" contou com Juliana Paes, Márcio Garcia e Rodrigo Lombardi nos papéis de protagonistas, com Christiane Torloni, Débora Bloch e Alexandre Borges nos papéis de co-protagonistas e com Letícia Sabatella e Cléo Pires nos papéis de antagonistas principais. Alcançou média geral de 41 pontos de audiência (índice satisfatório para a Rede Globo, que exige média de 40 pontos para suas novelas das oito) e 65% de share. Após esta façanha, "Caminho das Índias" já começa a ser alvo de especulações no mercado de venda de telenovelas a outros países, o que rende a Globo lucros milionários anualmente.
Parece que 2009 foi mesmo o ano da Índia, já que "Quem Quer Ser Um Milionário?", filme que se passa em ambientes indianos, abocanhou uma gama de Oscars no início do ano. No mais, tudo isso serviu para engrandecer ainda mais a nossa teledramaturgia, aspecto peculiar do povo brasileiro. Prova disso é que muitos dizem por aí que "o brasileiro sabe fazer duas coisas melhor que o resto do mundo: jogar futebol e fazer novela!".
Parabéns, Glória! Parabéns a todos que fizeram "Caminho das Índias" chegar onde chegou!!!... Are baba!!!

5 comentários:

Anônimo disse...

Arê baba!! Parabéns a todos pelo Emmy!!! Tic tic...

Carlos Mendes disse...

Este Emmy é mérito de todos nós que demos audiência a esta fantástica novela...

Cada um teve a sua quota de participãção neste grande feito para a TV brasileira!

Mas a principal responsável por tudo foi a Glória Perez, autora genial que deu um ótimo rumo ao enredo!

Parabéns a todos nós e, em especial, a Glória, por ser a mulher de fibra que é!!! XD

Bruno Sanches disse...

Baguan Keliê... O Emmy é nosso!!!

Uhuuuuuuuu... Rsrs...

Paula Paz disse...

Parabéns a Glória e a toda a equipe da novela!
Não assisti muito não, mas ficava sempre por dentro de tudo que ocorria e adorei a história!
Muito bem produzida... Abraços...

Anônimo disse...

Tic tic...

Foi uma novela ótima!

Postar um comentário

Modified by Blogger Tutorial

Dellineando com Déll Guedes ©Template Nice Blue. Modified by Indian Monsters. Original created by http://ourblogtemplates.com

TOP